Usinas de reciclagem de lixo em SP operam abaixo da capacidade


As duas usinas da capital SP podem receber 12 mil toneladas de material reciclado por mês, mas só recebem 4 mil. A coleta seletiva de lixo não chega a 30% das ruas da capital.



A capital paulista tem duas usinas modernas de reciclagem de lixo, que atuam no programa de reciclagem de São Paulo, mas elas operam abaixo da capacidade que possuem. Para piorar, a grande parte do material que chega às usinas não pode ser reciclado.


Boa parte do materiais que chegam nas usinas não pode ser reciclado, isso já reduz bastante a produtividade das usinas. Ambas podem receber até 12 mil toneladas de materiais reciclados por mês, mas atualmente recebem em média 4 mil toneladas, valor que não representa nem a metade da capacidade.


Segundo dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais e da Prefeitura da Capital, são 12 mil toneladas coletadas por dia e apenas 360 toneladas são recicladas, ou seja apenas 3% do total de todo material entregue a essas usinas.


Um condomínio na região do Ipiranga - zona sul de São Paulo, contratou um Instituto para ensinar aos funcionários e moradores como realizar a reciclagem, com lixeiras estrategicamente posicionadas, com tamanho proporcional à necessidade, para não faltar espaço para o descarte correto, e também uma comunicação visual diferenciada. Esse material é repassado para as cooperativas constituídas por ex-moradores de rua que separam todo o lixo recebido. As cooperativas recebem 90 mil mensais por todo material recolhido.


No condomínio cerca de 30% das famílias são imigrantes chineses, pensando nisso, existe informações sobre os materiais que podem ser reciclados em português e traduzidos em mandarim.

Dados divulgados pelo Bom Dia SP, em que a coleta seletiva de lixo reciclável não chega a 30% das ruas da cidade de São Paulo, quase um terço do total.


Uma alternativa para os moradores de regiões que não há coleta é levar o lixo a um dos 102 ecopontos ou 1.500 lixeiras de entrega voluntária que ficam próximos de metros, terminais de ônibus e parques.


Em nota, a Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb) afirmou que trabalha em um projeto para aumentar a área de cobertura do serviço para todas as ruas da cidade, mas não deu um prazo para que isso ocorra.

Mas enquanto a prefeitura de SÃO PAULO procura alternativas para essa situação O PROGRAMA LIXO ZERO SOCIAL DEZ, está a todo vapor e já tem a solução para resolver 100% o problema do lixo no Brasil!

A prefeitura de São Paulo trabalha para aumentar as áreas de cobertura do serviço e em contrapartida a Confederação do Elo Social do Brasil (CESB), Grupo Iner e o Instituto Iner, apresentou soluções viáveis e legais com o Programa Lixo Zero Social Dez, que já vêm em construção a mais de 3 anos e nessa última sexta-feira dia 22 de março de 2019, foi apresentado pessoalmente a representantes da cúpula do Governo Federal.


O Senhor Jomateleno dos Santos Teixeira - Presidente da Confederação do Elo Social do Brasil e a diretora Nacional a Sra. Cida Gracietti, reuniram-se ainda com os profissionais para elaborarem os Business Plan das vendas das Usinas INER para tratamento dos resíduos sólidos.


Na mesma oportunidade o presidente explicou a todos os presentes sobre o Grupo INER, o Elo Social, as Usinas e como será feito todo o atendimento nos prédios do Social do Cidadão, a criação e aprovação da Delegacia Social, projeto exclusivo do Elo Social do Brasil.


Nessa reunião foi explanada também sobre os benefícios de como as Usinas vão solucionar a destinação adequada do lixo no Brasil, a geração de energia, a necessidade de restauração de móveis, projeto do Grupo INER em parceria com o SINDETAP – Sindicato Nacional dos Decoradores e Tapeceiros. Foram discutidos também sobre o problema do descarte irregular de veículos automotores, bem como a correta destinação e uso consciente do Lixo Hospitalar e outros assuntos pertinentes ao tema.


Enfim, o programa além de findar com o lixo, beneficiará muitas famílias, a geração de novos postos de trabalho e resolver 100% o problema do lixo no Brasil. Quer saber mais? Acesse: https://www.socialdocidadao.org.br/


A conscientização de todos será fundamental para que juntos possamos cuidar com responsabilidade do nosso meio ambiente. AVANTE BRASIL!


Fonte: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2019/01/17/cidade-de-sp-tem-duas-usinas-de-reciclagem-que-operam-abaixo-da-capacidade.ghtml e Federação Elo Social AC

17 visualizações

Diretoria de Implantação de Projeto:

Rua Cecília Bonilha nº 145, São Paulo - Capital - (Sede Própria) Telefone: +55 (11) 3991-9919 Todos os Direitos Reservados​ © 2018

"Movimento Passando o Brasil a Limpo"